A importância da gestão de frotas na mineração


O gerenciamento dos veículos e máquinas e todos os aspectos que fazem parte dessa tarefa devem ser preocupação prioritária em qualquer tipo de empreendimento que conte com uma frota para administrar. Além do agronegócio e da indústria, o setor mineral também tem essa característica e lida com esse desafio no seu dia a dia. Sendo assim, a gestão de frotas na mineração é um dos fatores que determina o sucesso do negócio e precisa ser levado em consideração.

É fato que as mineradoras atuam em um ambiente cada vez mais complexo. O atual momento da economia e a necessidade de adequação à legislação ambiental exigiram mudanças na forma de atuação dos gestores do setor. Além disso, o atual cenário também é marcado por minas mais profundas, teores menores e minérios mais duros que demandam cada vez mais energia e materiais.

Otimizar a utilização dos recursos e focar na redução de custos e no aumento da eficiência passaram a ser prioridades na administração dos empreendimentos do setor. Uma série de casos de sucesso mostra que a gestão de frotas na mineração tem um papel fundamental nesse sentido.

Por que uma gestão de frotas eficiente é importante

Todos os aspectos envolvidos no gerenciamento de veículos e máquinas de uma empresa – desde a sua aquisição, passando pela utilização e manutenção – são parte do que atualmente é chamado de gestão de frotas.

Essa complexa tarefa inclui a administração inteligente de todas as informações sobre a frota e o controle da operação dos equipamentos. Por essa razão, ela é considerada hoje parte fundamental da gestão de um negócio e uma condição essencial para reduzir gastos e aumentar a lucratividade.

Contudo, para ser eficiente, a gestão de frotas na mineração ou em qualquer outro setor depende de uma estrutura organizacional bem definida e de práticas assertivas adotadas pela empresa. Planejamento, manutenção, segurança, definição de rotas e controle do consumo de combustível são itens primordiais que devem estar na mira do gestor.

Desafios da gestão de frotas na mineração

No entanto, é evidente que cada setor possui características específicas e a gestão de frotas na mineração tem particularidades que precisam ser levadas em consideração. Em primeiro lugar, podemos citar a questão da escolha dos equipamentos.

Independentemente do fabricante, a preferência sempre deve ser a adaptação a cada tipo de operação. Além de caminhões e escavadeiras, o setor também trabalha com carregadeiras, tratores, motoniveladoras, correias transportadoras e outros equipamentos. Visto que costumam representar um alto investimento, as aquisições devem ser feitas depois de uma avaliação criteriosa das necessidades.

O dimensionamento de frotas é outro fator importante que deve garantir, primeiramente, que a empresa conte com o número adequado de veículos e máquinas. A quantidade ideal é resultado de um cálculo aprofundado que busca, ao mesmo tempo, evitar o ócio de equipamentos em excesso, mas também assegurar a disponibilidade da frota para execução de todas atividades necessárias.

Outro desafio significativo nesse sentido é a questão da centralização da gestão de frotas na mineração. Deixar que veículos e máquinas sejam administrados de modo individual e separadamente pela administração de cada mina não costuma ser uma boa estratégia.

Uma gestão centralizada é muito mais eficaz e econômica. Dessa forma, se reduzem os riscos de uma medição inadequada de utilização e disponibilidade dos equipamentos e também de uma manutenção preventiva e preditiva ineficiente. Além disso, a centralização permite o controle completo da operação e das informações sobre a frota.

Tecnologia é aliada da gestão de frotas na mineração

Como já se assistiu em outros setores, a tecnologia já se mostrou uma grande aliada também da gestão de frotas na mineração. As ferramentas que auxiliam no gerenciamento dos equipamentos são, atualmente, muito importantes sobretudo para a questão do controle e monitoramento.

Sistemas de gestão possibilitam, por exemplo, a programação e a atribuição de todos os tipos de equipamento a partir de um escritório central. Eles também podem ajudar no planejamento da manutenção preventiva regular programada e no gerenciamento do combustível dos carros.

Ferramentas como o Sistema de Abastecimento Automatizado de Frotas (SAAF), desenvolvido pela IONICS, têm como objetivo evitar a perda de tempo no abastecimento de veículos ou a parada por falta de combustível. Além disso, a plataforma registra todos os dados referentes ao consumo – o que é fundamental para a identificação dos gastos e a redução das despesas.

A tecnologia na gestão de frotas na mineração também tem apresentado uma série de benefícios relacionados à possibilidade real de monitoramento da produção. Graças a ela, é possível acompanhar parâmetros-chave operacionais e avaliar detalhadamente o desempenho da frota. Isso se dá, por exemplo, através da visibilidade em tempo real para tempo de ciclo da máquina, carga útil, carregamento e outros.

Com todos esses recursos, a gestão de frotas na mineração permite que metas de produção sejam determinadas e comparadas com o funcionamento real dos equipamentos e dos operadores. Isso torna possível que a tomada de decisão relativa a mudanças necessárias se dê em tempo hábil para evitar prejuízos maiores e melhorar o desempenho e a produtividade.

Fique por dentro das novidades

Desenvolvimento Logo TekoaTekoa
WhatsApp chat