A Nova Revolução do Agronegócio


Já faz tempo que a tecnologia vem auxiliando o agronegócio. Seja na qualidade das sementes, sendo elas mais fortes e resistentes à mudanças de temperatura e pregas, ou apenas nas ferramentas utilizadas diariamente pelos trabalhadores, uma coisa é certa, as tecnologias estão vindo para ficar e facilitar a vida dos produtores. 

Com a chamada Agricultura 4.0 não é diferente. Cada dia ela vem ganhando mais espaço e se tornando mais indispensável para a vida no campo. Da biotecnologia à alta conectividade, as novas ferramentas digitais modificam e otimizam o ciclo produtivo.

Mas afinal, o que é a agricultura 4.0?

A agricultura 4.0 é um conjunto de tecnologias digitais de ponta que estão integradas e conectadas por meio de softwares, sistemas e equipamentos. Toda a integração é feita via internet e pode ser controlada por celular, tablets ou computadores. 

Aprimorando a rotina na propriedade 

Como dito anteriormente, as soluções relacionadas à agricultura 4.0 promovem um trabalho conectado e automatizado capaz de analisar e gerir uma grande quantidade de dados, facilitando o dia a dia na fazenda. Então, vem a pergunta, quais dados são esses?

Diariamente há a necessidade de contabilizar a quantidade de pesticidas utilizados na lavoura, ou saber quantos quilos de adubo ainda precisam ser colocados. Pode parecer simples, mas gerar esses e outras milhares de informações pode não ser fácil. No entanto, com esse mapeamento e gestão, as tomadas de decisões acabam se tornando mais rápidas e exatas, sendo baseadas e orientadas a dados reais e precisos retirados da lavoura, qualidade da terra e do mercado agrícola, por exemplo. 

Tudo isso acarreta em um trabalho mais rápido, mais preciso e mais barato, tanto para o produtor quanto para o consumidor final. Aliás, a agricultura 4.0, não para na fronteira da fazenda, ela vai além, e garante uma melhor qualidade dos produtos, assim como uma segurança alimentar para os consumidores. 

Quem pode fazer uso dessa tecnologia?

De pequenos a grandes produtores podem implementar as tecnologias da agricultura 4.0, tendo em vista que são as mais variadas ferramentas para as mais  variadas necessidades. 

No entanto, toda escolha de qual ferramenta utilizar, deve ser baseada nas necessidades da fazenda. Por isso, o primeiro passo é conhecer as dificuldades, falhas e pontos a serem melhorados, pois as tecnologias devem atender as necessidade que a sua produção tem hoje. 

Muito se fala dos valores de aquisição de tais ferramentas, que são caras, demandam mão de obra especializadas, etc. Mas devemos lembrar que, apesar do preço de aquisição não ser dos mais baratos, em comparação à tecnologias tradicionais, as ferramentas da agricultura 4.0 otimizam a produção em todas as etapas, ou seja, o monitoramento, gestão e controle da produção agrícola acabam sendo melhores, o que reduz os custos e desperdícios. No fim, os valores investidos inicialmente, são pagos pelas economias feitas durante o processo. 

A grande diferença é como você utiliza os dados geridos por tais tecnologias. E esta gestão faz toda a diferença na produção, pois ela será o diferencial na análise de sua propriedade e da sua lavoura ao mercado.

Fique por dentro das novidades

Desenvolvimento Logo TekoaTekoa
WhatsApp chat