Gestão de frotas eficiente requer tecnologia e bom gerenciamento

gestão de frotas eficiente

Em um cenário pouco favorável economicamente, conseguir alcançar eficiência em transporte é um grande diferencial competitivo. Os desafios enfrentados pelas empresas que possuem operações logísticas, entretanto, vão além do contexto econômico. Ter uma gestão de frotas eficiente hoje significa também driblar as consequências da insegurança, das dificuldades de controle da operação, da baixa qualidade dos serviços, entre outros fatores.

Contudo, embora muitos obstáculos se coloquem diante de um gestor da área, atualmente ele conta com recursos muito eficazes para administrar as operações. A tecnologia, por exemplo, se tornou imprescindível para otimizar processos e aumentar a competitividade. Nos dias de hoje, ela é uma peça fundamental para o funcionamento da engrenagem de uma gestão de frotas eficiente.

Essa tarefa nada simples consiste em gerenciar a complexa logística relacionada ao transporte de forma inteligente. Isso envolve a administração das informações e de toda operação – incluindo equipes, prazos, entregas, manutenção, logística. Por outro lado, também está relacionada a um gerenciamento voltado à redução de gastos e ao aumento da lucratividade.

Como ter uma gestão de frotas eficiente

Uma gestão de frotas eficiente depende de uma estrutura organizacional bem definida e das práticas adotadas pela empresa. Listamos aqui alguns pontos essenciais para quem deseja conquistar a eficiência e a produtividade no transporte.

1.Manutenção dos veículos

Para funcionar no seu máximo rendimento, uma frota precisa estar nas suas melhores condições. Isso só é possível quando se faz uma manutenção preventiva das máquinas. A revisão das peças e a troca de pneus, por exemplo, garante que se evitem gastos desnecessários com problemas inesperados.

2.Investimento em segurança

O roubo de cargas é um grande problema da realidade brasileira. Episódios relacionados à insegurança nas estradas são muito comuns e trazem sérios prejuízos para a indústria do país. Por essa razão, os sistemas de rastreamento têm sido muito importantes para garantir a segurança dos veículos, dos motoristas e das cargas.

3.Planejamento e gestão financeira

Estabelecer metas que envolvam todos os setores ligados à operação é um dos princípios de uma gestão de frotas eficiente. O planejamento do setor precisa ser focado em aproveitar os recursos da área da melhor forma possível. Os custos operacionais precisam ser estabelecidos e as finanças acompanhadas de perto.

4.Controle de combustível

Sem dúvida, um dos gastos mais significativos em transportes é referente ao consumo de combustível. Ter um controle real de cada gota utilizada pela frota é obrigação para se fazer um bom gerenciamento no setor.

Para isso, o abastecimento precisa ser extremamente controlado – tanto em termos práticos quanto na ponta do lápis. É por isso que ter consciência sobre a relação consumo e quilometragem e armazenar os registros de abastecimento devem ser preocupações constantes dos gestores.

5.Escolha das rotas

Estudar e escolher os melhores trajetos também é parte de uma gestão de frotas eficiente. Levando em consideração fatores como a distância, o trânsito, os riscos, os gastos com pedágios e a qualidade da estrada, é possível determinar as melhores rotas.

Essa definição tem ligação direta com o gerenciamento das operações, pois, além de trazer economia de combustível, permite que se perca menos tempo e que se evitem atrasos no cumprimento dos prazos.

Tecnologia é grande aliada do gestor de transporte

Basta uma análise rápida para perceber que todos os pontos-chave para conquistar uma gestão de frotas eficiente podem ser otimizados com o uso de ferramentas tecnológicas. A tecnologia pode, na verdade, auxiliar em todas as fases da operação de transportes.

O controle do número de veículos e das suas condições de funcionamento tornou-se muito mais simples com a utilização de sistemas de administração da frota. Através de softwares, o gestor tem acesso ao histórico de despesas de cada máquina e consegue definir um calendário de conservação dos automóveis. Da mesma forma, o ERP é essencial para traçar um bom planejamento de operações.

Os recursos de navegação, já bastante utilizados, permitem o acompanhamento dos carros através de câmeras ou localizadores. Eles são importantes não apenas para a segurança, mas também para o controle das rotas e a supervisão dos motoristas.

Também são requisitos hoje para uma gestão de frotas eficiente os sistemas automatizados de abastecimento. Por meio dessa ferramenta, é possível planejar com antecedência a distribuição de combustível e monitorar com precisão o consumo através de relatórios mensais.

Investir em tecnologia permite a automatização de etapas fundamentais e um aperfeiçoamento dos processos envolvidos no gerenciamento de transportes. Essas ferramentas de apoio são a base de uma rotina mais produtiva e, consequentemente de uma gestão de frotas eficiente.

Com um bom planejamento, uma definição prévia de percursos, um controle da manutenção dos veículos e um abastecimento eficaz fica muito mais fácil alcançar resultados melhores.

ionics

Fique por dentro das novidades

Desenvolvimento Logo TekoaTekoa
WhatsApp chat