Soluções para logística na indústria aceleram produtividade

logistica na industria

Atualmente, ouve-se falar muito em produtividade, porém, em raros contextos ela é diretamente relacionada à logística na indústria – o que consiste em um grande equívoco. Na verdade, as duas andam lado a lado e, na maioria das vezes, isso não fica tão claro em função da persistência de uma imagem parcial do que é a logística.

Como se sabe, a produtividade se refere à capacidade de aumentar a produção com os recursos disponíveis, sendo fundamental para uma empresa produzir mais, se tornar mais competitiva e crescer no mercado.

Por outro lado, diferentemente do que se costuma pensar, a logística na indústria não se restringe à parte operacional relativa ao transporte, distribuição e estoque. Ela também envolve planejamento, estratégias, otimização de processos e outras questões que afetam diretamente a produtividade e que são essenciais para a saúde dos negócios.

O papel da logística na indústria é muito amplo e está relacionado à gestão de aquisição, armazenagem, movimentação e distribuição e aos fluxos de atividades e informações. Além disso, é por meio dela que é possível alcançar mais agilidade e uma maior satisfação dos clientes.

Desafios da produtividade industrial brasileira

Nesse cenário, portanto, as barreiras enfrentadas pela logística inevitavelmente repercutem na produtividade e são obstáculos ao crescimento da indústria. E os desafios nesse sentido não são poucos.

O primeiro deles – que abrange, na verdade, vários outros – é o alto custo no Brasil da logística na indústria. Em comparação a outros países, as empresas brasileiras têm gastos muito maiores de transporte, por exemplo. Isso acaba influenciando diretamente na capacidade de competitividade da indústria nacional.

Como o escoamento da produção é difícil e caro por diversas razões, o valor final do nosso produto se torna bastante elevado. O fato não apenas prejudica a competitividade das nossas empresas como, consequentemente, afeta de forma muito negativa a nossa economia.

O transporte rodoviário, disparado aquele com maior utilização no país, tem inúmeros problemas. O investimento dos governos em infraestrutura é imensamente menor do que o ideal, gerando uma defasagem que representa altos custos para a indústria. As condições precárias das estradas e a total falta de segurança nas rodovias acabam por criar um ralo para a produção, que é, hoje, um dos maiores problemas enfrentados pela indústria brasileira.

No entanto, as dificuldades da logística na indústria não se resumem a essas questões. Além da grande importância do processo de distribuição (trajeto da origem até o destino), há de se considerar também outros pontos.

Um deles é a complexa organização do grande fluxo de operações e informações envolvidas nos processos – prazos, frota, estoque, clientes – na maioria das vezes nas mãos de equipes reduzidas.

3 formas de aumentar a produtividade através da logística na indústria

Superando os desafios impostos no contexto brasileiro e criando meios de melhoria e otimização, a logística na indústria resulta em índices maiores de produtividade. Isso porque é ela que formula estratégias para eliminar os desperdícios de tempo, recursos e mão de obra, reduzir despesas e buscar tornar os processos mais eficientes.

Hoje, isso tem sido possível sobretudo graças ao setor de tecnologia. Muitas empresas vêm trabalhando no desenvolvimento de ferramentas que ajudam a aperfeiçoar a logística e a diminuir os seus custos. Esse movimento é o que chamamos de “Logística 4.0” e que promete revolucionar a indústria – que passa a ter também toda a cadeia de suprimentos alinhada com o objetivo de diminuir níveis de estoque, ganhar maior agilidade nos processos e otimizar as entregas.

Graças ao uso desses novos recursos, temos uma logística na indústria automatizada, conectada, mais rápida e inteligente. Dessa forma, os negócios ganham em qualidade e redução de custos do início da produção até o cumprimento dos prazos. Abaixo listamos alguns itens que fazem parte dessa verdadeira revolução no mercado:

ERP

A sigla significa, em inglês, Enterprise Resource Planning, em português traduzido como “planejamento de recursos empresariais” ou “sistema integrado de gestão empresarial”. Trata-se de softwares que podem reunir todos os dados relativos à produção e à logística, permitindo que se monitore as informações relativas a todas as áreas do negócio.

Além disso, no ERP todas essas informações ficam interconectadas e podem trazer insights valiosos sobre a situação da indústria e as necessidades de investimento. Dessa forma, além de um gerenciamento mais eficaz de todos os processos, ganha-se também uma tomada de decisão mais assertiva, com consciência dos pontos fracos e das lacunas a serem preenchidas para o aumento da produtividade.

Drones, robótica e inteligência artificial

Como já salientamos, a automatização é um dos grandes triunfos da logística na indústria e dispositivos desenvolvidos no âmbito da robótica e da inteligência artificial já são realidade no setor.

Atualmente, grandes empresas já estão testando a utilização, por exemplo, de drones com braços capazes de alcançar uma velocidade de até 60 km/h. Além de realizar o transporte de itens de pequeno porte, esses “robôs voadores” podem ser utilizados para manutenção de estoques e depósitos.

Sistemas de controle de frota

O transporte envolve, certamente, os custos mais significativos da logística industrial. Como vimos, vários fatores são responsáveis por essas despesas e impõem grandes obstáculos ao setor. Os gastos relativos ao abastecimento também costumam ser altos, não apenas em função do elevado valor dos combustíveis, mas também pela falta de controle que leva ao desperdício e à suscetibilidade a fraudes.

ionics

O Sistema Automatizado de Abastecimento de Frotas (SAAF) é uma tecnologia que apresenta uma solução completa para a gestão de frotas e o monitoramento do abastecimento. A plataforma da IONICS permite que se faça um planejamento antecipado da distribuição do combustível e se controle com precisão o consumo através de relatórios mensais.

Evitar falhas, controlar os processos e integrar os sistemas são pontos que merecem atenção especial dos líderes das indústrias e fazem toda a diferença nos resultados. Por essa razão, os investimentos em tecnologia são extremamente necessários, pois resultam, sem dúvida, na melhoria da logística industrial – como vimos, imprescindível para o aumento da produtividade.

Fique por dentro das novidades

Desenvolvimento Logo TekoaTekoa
WhatsApp chat