Multas na frota: como prevenir e evitar gastos desnecessários


Se as multas já são uma dor de cabeça para um motorista que dirige o seu veículo particular, imagine para quem faz a gestão da frota inteira de uma empresa. Trata-se de uma área que merece muita atenção do gestor, que deve primar acima de tudo pelo controle, uma vez que as multas na frota podem gerar gastos inesperados que comprometem o orçamento do negócio.

A gestão de frotas é uma tarefa complexa que requer uma visão ampla e um monitoramento minucioso. Reduzir as penalidades por transgressão no trânsito é um verdadeiro desafio para o gestor de frotas.

As multas são consequência de flagrantes de infrações que dão origem a um processo administrativo de imposição de pena. Elas são comunicadas e enviadas sempre ao proprietário do veículo. No caso de frotas de pessoa jurídica, é a própria empresa que recebe a autuação.

Neste artigo, vamos falar sobre a postura necessária para prevenir as multas na frota e porque é importante evitar as infrações de trânsito.

Como evitar multas na frota e reduzir gastos

Multas significam, é claro, custos – muitas vezes inesperados – para o empreendedor. Por isso, uma empresa que busca eficiência, produtividade e um maior rendimento precisa ter em mente como preveni-las.

A missão não é impossível: um conjunto de estratégias definidas em um bom planejamento podem auxiliar o gestor a reduzir multas na frota. Elencamos aqui algumas dicas para que isso seja possível. Confira!

Realize a manutenção preventiva dos veículos

A manutenção dos automóveis está diretamente relacionada ao cenário de multas na frota de uma empresa. É muito comum, em vistorias realizadas pelas autoridades responsáveis, que sejam encontradas “provas” de falta de manutenção preventiva dos veículos.

Entre as principais constatações, podemos citar pneus carecas, má conservação dos carros, problemas nas lanternas. Ou seja, questões que poderiam ser resolvidas de forma simples, acabam gerando estresse e gastos muito maiores do que de fato merecem.

Um planejamento dos cuidados periódicos necessários para evitar multas na frota é parte fundamental de uma gestão responsável e eficiente. O objetivo deve ser manter todos os veículos em ordem.

Além de reduzir penalidades por infrações que poderiam ser evitadas, a manutenção também ajuda a prevenir acidentes. Se tiver interesse em saber mais sobre os diferentes tipos de manutenção de veículos, já falamos sobre o tema neste artigo.

Mantenha documentação em dia

Os documentos dos automóveis da frota de uma empresa precisam ser checados e regularizados com frequência e atenção. Muitas empresas acabam tendo despesas exorbitantes pois são constantemente multadas.

Uma planilha com datas de validade de documentos e um sistema que notifica aproximação do prazo de regularização pode ser muito útil para esse controle.

Conscientize os colaboradores

Além disso, as medidas educativas voltadas aos motoristas são muito importantes dentro de um planejamento para redução de multas na frota. Infelizmente, grande parte das infrações é gerada por má conduta dos colaboradores da empresa.

Assim sendo, uma gestão preocupada com a questão deve investir em campanhas internas de conscientização. A qualificação precisa abordar pontos como direção defensiva, respeito aos limites de velocidade, entre outros.

Realizando um estudo mais aprofundado sobre as multas na frota, é possível identificar as principais modalidades de infração cometidas pelos motoristas. A partir desse entendimento, o gestor pode preparar encontros educativos mais focados no que realmente é um desafio.

Esteja a par da situação das mercadorias transportadas

O esforço com a conscientização dos motoristas, no entanto, não fará sentido se o gestor não tem conhecimento sobre a mercadoria transportada. Se não estiver dentro das regras impostas pela legislação, ela pode resultar em elevadas multas na frota.

Os itens que precisam ser monitorados incluem, por exemplo, o peso dos produtos transportados e a documentação necessária. Veículos trafegando com cargas que ultrapassam o valor permitido – de acordo com a capacidade máxima do caminhão – serão penalizados ao realizar a pesagem nas estradas.

Lembrando que o transporte de mercadorias sem nota fiscal e autorização para ser levada de um local a outro é ilegal e causa fortes dores de cabeça.

Tente recorrer sempre que possível

Ao receber a notificação de uma multa pelo correio, é importante verificar, primeiramente, o modelo, a placa, a cor e a imagem do veículo correto. Se alguma informação não estiver batendo, abre-se uma brecha para que a empresa recorra da penalidade na justiça.

Outro fator que pode levar a anulação da autuação é a localização de radares. Quando realizada por um radar, vale a pena verificar se ele estava localizado em um ponto regular. Casos de irregularidades no local do radar geralmente revertem as multas.

Por que monitorar as multas na frota

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, o proprietário do veículo é o responsável pelo pagamento da multa. Portanto, ter controle e focar em reduzir o número de autuações é fundamental.

Em primeiro lugar, um importante motivo é o fato de que as multas na frota podem ter um peso muito grande dentro do orçamento de uma empresa. Sendo assim, podem causar prejuízos. Basta pensar que algumas multas consideradas gravíssimas preveem o fator multiplicador, tornando o seu custo mais caro.

Além do benefício de reduzir gastos, o cuidado com as multas na frota ajuda a preservar o ativo da empresa. Um veículo com multas não pagas não consegue obter o licenciamento anual. Se for identificado em uma blitz, será removido e liberado somente após a regularização da situação.

Para ter o controle e evitar as autuações, as empresas costumam lançar mão de tecnologias desenvolvidas para esse fim. Os sistemas de gestão permitem um monitoramento muito preciso. Esses softwares também ajudam a otimizar o tempo e ter mais eficiência e confiabilidade do que um controle manual.

Fique por dentro das novidades

Desenvolvimento Logo TekoaTekoa
WhatsApp chat