Saiba como escolher um sistema de gestão agrícola

sistema de gestão agrícola

O Brasil é um dos maiores produtores de alimentos do mundo e o agronegócio possui um papel estratégico para a nossa economia. Mesmo diante de um cenário econômico não muito favorável, o setor continua apresentando crescimento no país. Para não perder esse posto em um mercado internacional competitivo, o aprimoramento da administração rural por meio do uso de sistema de gestão agrícola se faz cada vez mais essencial.

A necessidade de aumento da produção de alimentos em função da previsão de crescimento da população nas próximas décadas desenha um futuro bastante promissor para o agronegócio. No entanto, a expansão da produção agrícola não depende simplesmente de produzir em maior escala.

O maior desafio do empreendedor rural é otimizar a relação entre custo, investimento e lucratividade. Ampliar a produção de modo sustentável, com foco no cultivo de itens mais resistentes e utilizando os recursos de forma inteligente é o que irá garantir o sucesso no setor. E fazer isso dando conta da complexidade do gerenciamento de uma propriedade só é possível com a ajuda de um sistema de gestão agrícola.

O que é um sistema de gestão agrícola

De modo objetivo, pode-se afirmar que a finalidade básica de um sistema de gestão agrícola é garantir a organização da operação de um empreendimento rural. Ao aprofundarmos a questão, veremos, porém, que esse passo tem muitos outros desdobramentos positivos.

A administração de uma produção rural envolve diversas etapas e diferentes atividades que precisam ser desempenhadas no momento certo. Plantar, irrigar, aplicar inseticidas e insumos na lavoura, colher, armazenar e transportar são ações que demandam planejamento e coordenação.

Manter atualizados o controle de custos e as informações sobre a lavoura, o estoque, as máquinas, a comercialização e o quadro de colaboradores em cadernetas ou planilhas é uma missão praticamente impossível.

O sistema de gestão agrícola é um software desenvolvido para auxiliar no cuidado das atividades de produção e automatizar ao máximo os processos envolvidos na operação. Ele é um programa inteligente que objetiva facilitar as tarefas do dia a dia do gerenciamento do agronegócio.

Por que esses softwares são essenciais na gestão rural?

Além de trazer praticidade e facilitar a vida do gestor rural – que passa a resolver várias questões com um clique, a ferramenta de gerenciamento traz uma série de outros benefícios. Uma das palavras-chave da sistematização agrícola é, sem dúvida, “controle”.

Controle e economia

Com o software, o gestor pode ter acesso a um monitoramento completo de todos os aspectos da produção. Além de ter mais precisão no controle de pragas, na irrigação e na aplicação de fertilizantes, ele passa a ter uma visão geral do negócio. Isso é muito importante na hora de identificar falhas e problemas que podem comprometer a lucratividade.

A economia é outra vantagem da implantação de um sistema de gestão agrícola. Com processos automatizados e eficientes, é possível evitar desperdício e perdas na produção. A redução de custos também é resultado da diminuição de despesas de administração e da maior capacidade de controle do estoque.

Maior qualidade do produto e eficiência na gestão

Tendo acesso a informações apuradas desde a origem do grão por meio do uso de softwares de gestão, também é possível atingir maiores níveis de qualidade da produção. Isso porque a detecção e correção de problemas ou defeitos nos processos de produção – seja na manutenção, colheita ou distribuição da safra – torna-se mais fácil.

Dessa forma, consegue-se otimizar o tempo de aragem e reduzir o uso de insumos, por exemplo. O resultado é um produto final de maior qualidade – o que irá significar também maior rentabilidade.

De modo geral, o sistema de gestão agrícola permite que se coloque em prática um gerenciamento aprimorado. O uso da tecnologia auxilia na organização dos dados coletados e na administração das informações. Com uma gestão muito mais profissional, pode-se ter um planejamento muito mais consistente, além de decisões objetivas e bem mais assertivas.

Como escolher o sistema de gestão agrícola ideal

Agora que já conhecemos as mudanças positivas que tecnologias para gerenciamento rural podem trazer para o empreendimento, é importante entender como escolher a solução ideal para o seu negócio. Para ter sucesso na decisão, é fundamental ficar atento às características oferecidas pelo fornecedor, mas também conhecer as suas próprias necessidades.

Um sistema de gestão agrícola interfere na estrutura de todo o funcionamento da propriedade. Sendo assim, é importante que a ferramenta seja fácil de usar, amigável e realmente útil. Abaixo listamos alguns itens que devem ser levados em consideração na hora da escolha.

Adequação às necessidades do negócio

Uma plataforma desse tipo só faz sentido se ela estiver alinhada às necessidades do produtor. Por isso, antes de fazer o investimento, vale a pena estudar a fundo as rotinas do empreendimento.

Algumas questões precisam ser colocadas: quais processos manuais poderiam ser eliminados; quais as tarefas poderiam ter um tempo de execução menor; quais os processos poderiam ser padronizados; quais informações são essenciais. Respondendo essas perguntas pode-se chegar aos objetivos por trás da implantação de um sistema de gestão agrícola.

Facilidade de uso

Esse tipo de mudança transforma significativamente todo o trabalho realizado na propriedade rural. De modo mais ou menos intenso, toda a equipe irá se envolver de alguma forma na utilização do software.

Uma ferramenta fácil de usar é vantagem não apenas para o gestor, mas principalmente para quem vai a campo, os operadores. Quanto maior a facilidade de uso, maior o aproveitamento que se pode ter dela – e melhores serão os resultados conquistados.

Integração com outras plataformas

Para que seja possível ter um controle completo de toda a cadeia de produção, é preciso contar com um software que seja integrável a outras plataformas. O sistema de gestão agrícola é uma solução que tem o intuito de lançar um olhar geral sobre o negócio como um todo.

Há, porém, outras ferramentas extremamente úteis e voltadas para aspectos mais específicos do empreendimento que também podem fazer a diferença. É o caso, por exemplo, dos sistemas de abastecimento automatizado de máquinas e veículos. Essas plataformas, como o SAAF (Sistema de Abastecimento Automatizado de Frotas), da IONICS, são pensadas exclusivamente à operação de abastecimento e tudo que envolve o consumo de combustível da frota.

O SAAF é integrável a sistemas de gestão rural e junto com ferramentas desse tipo pode trazer resultados ainda mais surpreendentes. As informações sobre abastecimento e consumo registradas por ele podem ser transmitidas e integradas com dados de outros aspectos da produção.

Essa integração só traz benefícios para o empreendedor, que passa a ter acesso a um monitoramento detalhado do seu negócio. Esse fluxo de dados coletados e analisados ajuda a otimizar o planejamento financeiro e toda a operação da propriedade, tornando a produção muito mais eficiente.

Fique por dentro das novidades

Desenvolvimento Logo TekoaTekoa
WhatsApp chat