Tecnologia para usinas: conheça as últimas novidades no setor sucroenergético

tecnologia para usinas

Assim como em todas as outras culturas do setor agrícola, os produtores de cana-de-açúcar e de etanol precisam se manter atualizados para seguir colhendo bons resultados em um mercado bastante competitivo. Para tanto, muitas soluções de tecnologia para usinas vêm sendo desenvolvidas nos últimos anos.

O objetivo é sempre aumentar a produtividade e a lucratividade do negócio. Os recursos de automação utilizados no setor sucroenergético buscam superar o desafio de produzir mais em uma mesma quantia de terra. Reduzir os custos de produção e transporte para poder lucrar mais no final com o mínimo impacto possível também está na mira dos empreendedores.

Importância do investimento em tecnologia

A partir dos anos 1970, quando começaram a ser desenvolvidas novas ferramentas para o cultivo e para a indústria do setor, a produção brasileira de cana deu um grande salto. A mecanização das fases da produção agrícola permitiu o aumento da capacidade de moagem, melhorou o processo de fermentação e trouxe outros inúmeros benefícios.

Mais recentemente, a possibilidade de se contar com equipamentos e softwares de controle trouxeram a automação necessária para que o Brasil não perdesse o seu posto na produção mundial. As soluções de tecnologia para usinas desenvolvidas nos últimos anos permitem que hoje grande parte das operações e equipamentos possam ser controlados e gerenciados de forma remota.

Se o Brasil bateu recordes de produção, consumo e venda de etanol na safra 2018/2019, foi graças à modernização das propriedades. Otimizando a utilização de recursos, ajudando na redução de gastos e de desperdícios e diminuindo cada vez mais o impacto ambiental, a tecnologia para usinas promoveu um melhor desempenho do negócio. Consequentemente,  trouxe mais sucesso diante do mercado global.

Principais tendências e soluções em tecnologia para usinas

A busca por novos mecanismos e ferramentas de tecnologia para usinas com o objetivo de solucionar os principais desafios dos canaviais e da indústria está, portanto, na mira do setor.

Plataforma de automação das operações

Empresas já oferecem hoje ferramentas que possibilitam o planejamento, a execução, o monitoramento e a automação das operações ao longo dos ciclos de cultivo, colheita e transporte da cana.

A inovação já está em uso em algumas propriedades robustas que passaram a ter uma gestão muito mais controlada e eficaz com o uso dessa tecnologia para usinas.

Coeficiente de produtividade climática

O clima e a sua imprevisibilidade costumam ser considerados grandes vilões para os canaviais. Contudo, atualmente já existem inovações tecnológicas capazes de antecipar estratégias para impedir prejuízos à colheita.

É verdade que é impossível controlar o tempo, mas o usineiro não precisa mais ficar completamente refém das variações climáticas. É possível contar com sistemas que utilizam indicadores para fazer um monitoramento e elaborar projeções de cenários agrometeorológicos. Estes são úteis para que o produtor se prepare para o plantio e a colheita e evite perdas, melhorando o resultado da safra – independentemente do clima.

Uso da palha para cogeração de energia elétrica

Uma das tendências relativas à tecnologia para usinas que surgiram nos últimos anos e vêm sendo utilizadas no Brasil é o uso da palha de cana para a cogeração de energia elétrica. A solução mostrou-se muito vantajosa para aumentar a rentabilidade da propriedade sem representar elevação dos custos operacionais.

A exploração da palha deve ser feita com ponderação para que o subproduto volte como um recurso para o gestor do negócio. Após uma análise técnica, econômica e ambiental, é possível definir quanta palha retirar do solo. O cuidado é necessário, pois a retirada total pode significar perdas nas safras posteriores.

Utilização de vinhaça na adubação da cana-de-açúcar

A utilização de vinhaça concentrada na adubação da lavoura de cana-de-açúcar é mais uma das tendências que já vem sendo colocadas em prática com ótimos resultados para o setor. A solução contribui para o aumento da produtividade, além de proporcionar mais eficiência logística e de transporte.

Uma das grandes vantagens de utilizar a vinhaça é a possibilidade de usar o potássio de forma mais racional e reciclá-lo em 100% da área colhida. A vinhaça concentrada foi um caminho de recuperação para muitas usinas que precisavam voltar a crescer.

Controle e automação do abastecimento de frotas

O combustível é, sem dúvida, um dos gastos significativos que se tem em uma propriedade de produção de cana. O abastecimento das máquinas e dos veículos representa um alto custo para o produtor. Por isso, ter o controle de cada gota de combustível é de extrema importância em uma gestão focada na redução de custos.

Os sistemas automatizados de abastecimento de frotas, como o SAAF, desenvolvido pela IONICS, oferecem justamente a possibilidade de monitorar toda a operação e evitar desvios e desperdícios. A tecnologia pioneira na automatização de postos de combustível no Brasil é utilizada em usinas para trazer agilidade e diminuição do tempo no abastecimento.

O recurso identifica automaticamente os veículos, liberando combustível para aqueles autorizados e de acordo com a necessidade de cada máquina. Todas as informações referentes à operação são registradas de forma automatizada. Além disso, a partir desses dados são gerados relatórios essenciais não apenas para o controle diário, mas para  a tomada de decisões estratégicas e a gestão do negócio como um todo.

Os cases de sucesso mostram que a aplicação de soluções de tecnologia para usinas é o caminho mais assertivo para aumentar a produtividade e a lucratividade no setor sucroenergético. Quem não quer ficar para trás precisa, portanto, se planejar e investir na automação da produção e na utilização inteligente dos recursos disponíveis.

Fique por dentro das novidades

Desenvolvimento Logo TekoaTekoa
WhatsApp chat